Como evitar problemas respiratórios causados por ar-condicionado

É inevitável o contato com os aparelhos de ar-condicionado no dia a dia. Seja em casa, no trabalho, no banco, no carro, no transporte público ou no shopping, por exemplo, lá está ele. Ao mesmo tempo em que nos dá uma sensação agradável de conforto, pode ser prejudicial ao sistema respiratório. Veja os cuidados necessários.

1-Entenda o problema
O nariz precisa ficar sempre hidratado. Por defesa, em ambiente frio o organismo produz mais secreção no nariz. Com o excesso, consequentemente, ele fica entupido e a gente começa a respirar pela boca, que fica seca. É por isso que, nos contatos prolongados com o ar-condicionado, a pessoa fica com o nariz entupido e a boca ressecada. O correto é respirar sempre pelo nariz, que é o responsável por filtrar e aquecer o ar antes de chegar nos pulmões.

2-Beba água em temperatura ambiente
Beba dois litros de água por dia, no mínimo. Isso equivale a sete ou oito copos, de preferência em temperatura ambiente. Mantenha um copo de água perto da cama para beber um pouco antes de dormir.  Sempre que estiver em ambiente de ar-condicionado, reforce essa hidratação, que será benéfica tanto para a garganta quanto para fluidificar o possível acúmulo de secreção.

3-Mantenha o ambiente úmidoO índice de umidade do ar deve estar sempre acima de 30%. Como os condicionadores de ar ressecam muito o ambiente, uma medida simples e que funciona é colocar um balde com água, especialmente à noite, no quarto onde a pessoa ficará muito tempo sem beber água.

4-Limpe com frequência o filtro do arQuando o filtro do ar-condicionado está sujo, o problema é potencializado. É importante limpá-lo com água corrente duas ou três vezes por semana para retirar a poeira. Além disso, deixe os cômodos da casa tomarem o sol da manhã, por causa dos ácaros. No carro, também é necessária a manutenção de limpeza do filtro, porque a sujeira pode contaminar o ambiente.

5-Evite as complicações respiratóriasCom o uso prolongado de ar-condicionado, algumas pessoas podem desencadear alergias respiratórias, como rinite e asma, e até pneumonia ou fibrose pulmonar. Se perceber que está com o nariz entupido por um tempo prolongado, associado ou não à dor na cabeça ou no peito, busque um otorrinolaringologista para indicar o tratamento adequado. Quanto mais tempo deixar passar, mais complicações respiratórias podem surgir.

Terra
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB