Distribuição do gás de cozinha ainda não foi normalizada na Paraíba, diz sindicato

Resultado de imagem para Distribuição do gás de cozinha ainda não foi normalizadaO fim da greve dos caminhoneiros não cessou o problema da distribuição de gás de cozinha em pelo menos dez estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. No Nordeste, moradores de Pernambuco, Bahia e da Paraíba ainda enfrentam filas e muitas dificuldades.

João Pessoa está entre as capitais mais afetadas. Nos depósitos e pontos de revenda, consumidores continuam formando longas filas, com o objetivo de adquirir um botijão.

O presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás da Paraíba (Sinregás-PB) disse que a normalização do serviço deve acontecer apenas no final do mês de junho. “Com o aumento da demanda que estamos tendo, deveriam chegar diariamente cerca de 25 mil botijões no estado. Hoje, por exemplo, só está chegando cerca de 10 mil botijões”, informou.

O principal fornecedor de gás de cozinha à Paraíba é o Porto de Suape, no estado vizinho de Pernambuco.

O percentual corresponde a 40% do volume normal. Ainda segundo Marcos, trata-se de uma situação delicada, mas “é preciso que a população tenha calma”, completou. 

Fonte: Com informações do Portal T5.
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB