Em coletiva, Ricardo Coutinho anuncia que não vai privatizar Cagepa e promete “obra do século”

É tempo de travessia e se não ousamos fazê-la teremos ficado para sempre às margens de nós mesmo”, assim iniciou o governador Ricardo Coutinho (PSB), com uma frase do poeta Fernando Pessoa, seu pronunciamento sobre o futuro da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). Em coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira (4), no Palácio da Redenção, como esperado, o governador descartou a privatização do órgão.

Ele começou seu discurso apresentando dados da Cagepa. “A Cagepa é o maior patrimônio da Paraíba, ela vale por baixo, mas de R$ 1 bilhão, ela atende 195 cidades, mais 24 distritos e a tendência é que isso aumente. Ela atende dois milhões e 800 mil pessoas enquanto população urbana com água. Os serviços de esgotamento cresceram 75%, no que se refere a ligações, de 2011 a 2016. Ela faturou em 2016 R$ 740 milhões”, disse.

O governador declarou ser de sua responsabilidade a manutenção dos órgãos do Governo do Estado.”Eu tenho a responsabilidade enquanto gestor de ter sob o estado a manutenção das empresas”, disse. Ricardo Coutinho afirmou que para não chegar a privatização teve que acordar com sindicatos reajuste na data base dos servidores e suspender o vale-alimentação. Ele foi ovacionado quando fez o anuncio.

Outro dado trazido pelo governador foi sobre as cidades em colapso de água. Segundo ele, em dezembro de 2016, 45 municípios estavam sem água, o que, consequentemente, fez com que a Cagepa não arrecadasse com esses municípios. O socialista ainda destacou que somente no ano passado o órgão conseguiu se tornar superavitário, com superávit de quase R$ 20 milhões.

“A empresa precisa ser respeitada. Eu nunca brinquei com a responsabilidade tarifária, posso até ter levado muita pancada, mas que eram necessários. Só pela Cagepa, nesses seis anos, fizemos investimento de R$ 310 milhões. Nesses seis anos, nós temos a consciência que a empresa melhorou muito. Eram mais de 400 cargos comissionados, hoje tem 90. Cortei na pele para respeitar a empresa”, declarou,

Anúncio de obra
O governador também anunciou uma grande obra com a Cagepa denominada por ele como ” obra do século”, que permitirá através dela levar as águas da Transposição do Rio São Francisco para região do Curimatau.

“Eu vou anunciar daqui a alguns dias ousadamente uma obra que diria que é a obra do século, nós vamos fazer com recursos próprios, porque eu estou cansado de esperar por promessas que não são cumpridas. Eu não diria mais importante, porque as coisas não sou mais ou menos importantes, mas é uma obra de um valor talvez maior do que aquela do São Francisco que é levar essas águas até todo o Curimataú”, prometeu.

Fonte: Blog do Gordinho
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB