Tovar: “Mesmo com sete mortes, o governador não botou o pé no Lar do Garoto”

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), usou a tribuna nesta terça-feira (6) para falar sobre a morte de sete adolescentes do Lar do Garoto, unidade socioeducativa, em Lagoa Seca. O parlamentar disse que toda a sociedade e o poder público são culpados pelas mortes, mas criticou o fato do governador Ricardo Coutinho não ter ido até o local tomar conhecimento do problema e prestar assistência às famílias. “Mesmo com sete mortes, o governador não botou o pé no Lar do Garoto”, observou.

“Sete pessoas morreram nos atentados terroristas em Londres no mesmo dia e foi noticia mundial. A chefe de Estado da Inglaterra foi verificar o problema de perto. Ricardo Coutinho estava em Campina Grande para participar do Orçamento Democrático e sequer se deu o trabalho de ir até o Lar do Garoto para conhecer o problema. Olha a omissão do governador diante da morte de sete jovens”, comentou.

De acordo com Tovar, o Governo do Estado não assume responsabilidades e prefere culpar os outros por este grave problema. Defendeu que agora é momento de unir forças para resolver esse grave problema que são as unidades de ressocialização. “Essas unidades são verdadeiras bombas-relógio, prestes a explodir. São dominadas e divididas por facções. Não existe ação concreta nem poder de estado lá dentro. Elas não ressocializam ninguém”, destacou.

As mortes dos sete menores ocorreram no último sábado (3), durante um tumulto no Centro Socioeducativo Lar do Garoto, em Lagoa Seca. Os internos tentaram fugir e atearam fogo em colchões e móveis. A maioria morreu carbonizado. Cinco jovens continuam foragidos.

Fonte: Assessoria
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB