Tovar faz apelo para que Governo não retire verba da FAP e deixe pacientes sem tratamento oncológico

O deputado estadual e líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Tovar Correia Lima (PSDB), utilizou a tribuna da Casa, nesta terça-feira (16), para pedir que o Governo do Estado recue na decisão de retirar 30% do valor que é repassado A Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), unidade que atende pacientes com câncer. Ele afirmou que o Executivo aumenta impostos, incha a folha e deixa de investir em áreas essenciais.

Segundo Tovar, o hospital recebia em 2016 anualmente o valor de R$ 840 mil, que equivaleria a uma média mensal de R$ 66 mil. Para 2017, o recurso vai diminuir para R$ 575 mil. A FAP funciona como hospital escola e atende pacientes vítima de câncer de toda a região polarizada por Campina Grande.

Para o líder da oposição, a FAP precisa desses recursos por omissão do Estado, porque não garante hospitais estaduais de oncologia para amparar, sobretudo, os mais humildes com um tratamento digno.

"O Governo eleva imposto para aumentar a arrecadação, mesmo massacrando o povo que tem dificuldade para me manter, e usa o que consegue arrecadar para contratar apadrinhados políticos e fazer politicagem", disse, lembrando que a folha de pagamento de servidores não efetivos do Estado cresceu mais de 121,55% de 2011 a 2015.

“O que me desespera é o Governo do Estado, oficialmente por meio do seu secretário de Comunicação, anunciar que já fez um papel muito bem feito e que é o melhor governo que a Paraíba já teve. Agora afirma que cabe a Prefeitura Municipal arcar com as despesas da FAP. Precisamos unir forças contra essa decisão que vai prejudicar muita gente”, disse Tovar.

Frente Parlamentar - Na ocasião, Tovar lembrou da boa ação realizada pela Assembleia Legislativa da Paraíba por meio da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer, realizada em Campina Grande, para arrecadar fundos que irão ajudar a FAP. “O deputado Bruno promoveu a Corrida do Bem para ajudar e na semana seguinte os campinenses são surpreendidos com a decisão da retirada de verba para o hospital”, lamentou.

Fonte: Assessoria
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB