Várzea está entre as poucas cidades paraibanas que não registraram homicídios em 2016

Uma das características mais comuns de cidades do interior é colocar a cadeira na calçada e conversar. No entanto, esse costume está sendo deixado de lado por causa do aumento da violência. De um total de 223 municípios da Paraíba, apenas 64 não registraram nenhum tipo de crimes violentos letais intencionais (homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte) ao longo de 2016.

Com isso, de um total de 3,9 milhões de habitantes na Paraíba, apenas 8,4% (337.555) da população do Estado ficou tranquila em 2016 sem o registro de homicídios nas suas cidades.

Para o cientista político José Maria Nóbrega, as cidades menores são mais propícias a ter poucos homicídios, pois há forte correlação entre assassinatos e tamanho da população - e isso pode estar ligado a vários fatores, como a posição geográfica e a falta de atrativo para o tráfico. "Contudo, não ter homicídios não quer dizer que não haja crimes", avaliou.

Em relação a todo o Estado, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, disse que a Paraíba vem registrando uma redução no número de homicídios, fruto de uma política pública de segurança implantada no Estado. " Se adotarmos o sistema de segurança como algo coletivo, os resultados serão positivos", afirmou.

Dez menores cidades livres de homicídios em 2016
1 - Parari (1.782 habitantes)
2 - São José do Brejo do Cruz (1.793 habitantes)
3 - Quixaba (1.933 habitantes)
4 - Areia de Baraúnas (2.137 habitantes)
5 - Amparo (2.229 habitantes)
6 - Zabelê (2.227 habitantes)
7 - Lastro (2.745 habitantes)
8 - Várzea (2.784 habitantes)
9 - Mato Grosso (2.892 habitantes)
10 - São Domingos de Pombal (3.091 habitantes)

Fonte: Jornal da Paraíba
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB